Carreiras,  Geral

Melhorando a comunicação e os relacionamentos

Olá pessoal, tudo bem?

Em qualquer empresa, se perguntarmos qual o maior problema existente, certamente a comunicação será o primeiro problema, ou não? Certamente a comunicação é um dos maiores problemas da maioria, senão de todas as empresas hoje, não importando a linha de negócio, de serviço ou produção, a comunicação sempre é um problema ou pode ser melhorada.

Ainda, nos relacionamentos pessoais, dentro e fora do trabalho, há pessoas com as quais nos deparamos e parece que por mais que tentemos, não conseguimos nos comunicar. Será que o “santo não bate“? Será que as energias não casam? Será que o destino está nos dizendo algo?

No último sábado, dia 12 de maio, participei do treinamento Como melhorar a sua comunicação e seus relacionamentos através do perfil comportamental, ministrado pelo Glaucio Marques. O treinamento propõe algumas reconstruções de ideias e uma análise de perfis comportamentais, onde cada participante tem a oportunidade de avaliar o próprio perfil comportamental.

Entretanto, o treinamento não parou na auto-análise, mas foi direcionado e ofertado como ferramenta para que os participantes utilizassem o conhecimento sobre os perfis comportamentais para se comunicar melhor  com os que estão à sua volta. Tivemos muitas simulações e pudemos exercitar possíveis acertos ao lidar com pessoas de perfis diferentes, em diversas situações propostas. Muitos erros e equívocos também.

Os perfis analisados foram estudados por Ned Herrman, que propõe a existência de 4 perfis comportamentais. Um teste adaptado é aplicado pelo IBCC e pode acessar acessado clicando aqui. Os quatro perfis são:

  • Águia (Criativo)
  • Gato (Relacionamental)
  • Lobo (Organizacional)
  • Tubarão (Lógico)

O que fica evidente sobre a comunicação é que ela pode existir, e existe, mas sofre muitos ruídos, porque quem transmite entende que está claro e óbvio. Do outro lado, recebe a mensagem, não entende e tampouco recebe a mensagem com o sentido que deveria.

Vale aqui relembrar os conceitos básicos de comunicação:

  • Emissor
  • Código
  • Canal
  • Receptor

O que ocorre nos relacionamentos, profissionais ou pessoais,  são ruídos no canal da comunicação e para alguns receptores faltam informações nos código, desmerecendo completamente a mensagem. Não trata-se de orgulho, desinteresse ou falta de companheirismo, mas cada pessoa entende e espera ouvir e ver uma mensagem de uma forma.

Vou citar palavras e itens que não podem faltar na comunicação para cada um dos perfis (não cometa esses pecados!). Deixarei dicas extras de como manter cada perfil perto de você.

Águia (Criativo)

Não use palavras e expressões: atividades sem liberdade criativa, atividades rotineiras, centralização, inflexibilidade.

Para manter por perto: elogie os trabalhos e o potencial criativo, elogios pessoais podem ser pouco efetivos. Delegue tarefas que precisam ser feitas de modo diferente. Amam brainstormings!

Gato (Relacionamental)

Não use palavras e expressões: muito específicas e carregadas de informações como gráficos e muitos números. Evite a palavra “EU”. Prefira usar palavras que incluam você e a pessoa, como nós, nosso time, entre outras.

Para manter por perto: faça elogios pessoais, destaque os pontos fortes, fale o lado dos projetos que pode contribuir para a felicidade e bem estar das pessoas. Deixe que participem com opiniões e expressões.

Lobo (Organizacional)

Não use palavras e expressões: não temos certeza, isso é impreciso, talvez consigamos, ainda não é certo, faltam algumas informações.

Para manter por perto: delegue tarefas com o máximo de detalhes possível. Como são ótimos em executar, precisam que todos os detalhes e processos e estejam devidamente estudados. Precisam de segurança.

Tubarão (Lógico)

Não use palavras e expressões: eu sinto que, não temos certeza.

Para manter por perto: delegue tarefas específicas e que precisam ser feitas de modo rápido. O foco desse perfil é realizar e para isso precisam de dados numéricos, estudos e provas concretas.

Desta forma, vale revisitar o estudo dos perfis analisando as forças e fraquezas de cada um deles. Tente, ainda, fazer exercícios para detectar o perfil das pessoas com quem você se relaciona e use a análise dos perfis para transmitir as informações do modo que elas gostariam de ouvir.

Uma frase muito boa, citada durante o treinamento é: “Trate os outros como eles gostariam de ser tradados“. Isso ajuda-nos a entendermos porque tantos ruídos podem acontecer e já que entendemos dos perfis, podemos minimiza-los.

Espero que se conheçam e conheçam melhor os outros, para então ter uma comunicação mais efetiva, tanto no trabalho quanto em suas vidas pessoais.

 

Forte abraço

 

Wel

4 Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: