Pesadelo - Wel Tavares
Autoral,  Geral,  Textos

Depressão: Pilares I

Os que são próximos, ou mesmo os que são distantes, sabem que não gosto muito de expor minha vida, seja em qual for o aspecto. Mas acredito que falando sobre o maior problema que já enfrentei, poderei ajudar quem por acaso estiver passando algo semelhante, ou pensando em se entregar.

Muitas coisas na minha vida literalmente pararam de funcionar, ou melhor, de dar os resultados que eu queria e ao invés de continuar lutando para mudar a situação eu simplesmente fui me acomodando e esperando que um dia houvesse uma mão salvadora que me acordasse daquele pesadelo e me dissesse o que eu deveria fazer.

Algum tempo depois, com ajuda da terapia, acabei desenvolvendo a minha teoria dos pilares. Sim, minha teoria porque foi o que vivenciei e não sei se funciona para outras pessoas e para todos os momentos.

Eu vi cair diante dos meus olhos e sem que eu fizesse algo para mudar os pilares LABORAL, RELIGIOSO, FINANCEIRO, FAMILIAR E AFETIVO. O pior foi deixar que caíssem em tempos muito próximos (semanas ou meses de distância).

Eu estava em um trabalho que me pagava mais que o mercado podia oferecer, mas desempenhava a função menor que um peso de papel. Me questionava para que tinha feito faculdade e passado por um árduo processo seletivo se as atribuições eram para fazer nada. Meu pilar LABORAL havia caído.

Fiquei próximo à cúpula de uma renomada igreja evangélica. Me deixei iludir com um pagamento a longo prazo, quando prestei um serviço de alta qualidade e requisitos. Trabalhei madrugadas, interrompi noites de sono para atender telefonemas e fazer publicações urgentes. Passadas eleições pastorais meus serviços não foram mais necessários e os acordos anteriores forma simplesmente esquecidos e revogados. Como uma igreja com aquele porte podia cometer tal injustiça? Como Deus podia deixar que existisse tamanhas falhas? Meu pilar RELIGIOSO caira.

As contas estavam dentro do orçamento previsto, mas relaxei com o pagamento, já que poucas coisas me davam prazer e me importava com poucas coisas. Pagar o aluguel era apenas a tarefa que eu fazia. Cheguei a passar uma noite sem energia elétrica em casa, mesmo tempo 80% do salário na conta bancária. Meu pilar FINANCEIRO declinava.

Durante toda minha infância eu havia sonhado em dar para minha mãe uma melhor qualidade de vida. Então aluguei um apartamento e a convidei para morar comigo, mas como o apartamento era pequeno só caberia eu e ela, pedi que só ela viesse. Na época um sobrinho meu morava conosco, era maior e já estava estabilizado. Minha mãe optou por continuar morando com meu sobrinho. Não a culpo, não a culpei, ela apenas fez uma escolha e eu não era o escolhido.  Meu pilar FAMÍLIA caiu!

Eu estava me preparando para minha independência financeira e familiar há mais de 2 anos. Ia finalmente morar sozinho! Uma parceria acabou e uma amizade forte se rompeu. Voltei ao meu passado, quem sabe as ex pudessem ser minha saída. A ex imediata estava casada. Quando vi a aliança queria apenas que o chão se abrisse e eu sumisse. O pilar AFETIVO havia caído.

Neste contexto eu me perguntei “qual a utilidade de um inútil?”. Me senti um nada e completamente inútil. Minha lógica me levou a pensar que eu deveria acabar com minha vida sem sentido. Isso me consumia o tempo todo.

Felizmente procurei ajuda (Psiquiátrica e Psicológica) e a presença de minha família e amigos foi essencial neste sentido. Não foram somente as palavras, mas a presença e a postura deles que me ajudou.

Também tive ajuda de alguém muito especial que me disse as palavras certas, no momento certo: “Fica, nem que seja por mim”.

Hoje, se eu tivesse que escolher ir ou ficar eu escolheria ficar, mas não por ninguém, mas por mim mesmo. Os pilares só ficam de pé quando trabalhamos para que eles fiquem e cada sorriso, cada momento feliz tem um preço. Dizer que não se importa, que não quer, significa que realmente não nos importamos com nossos próprios pilares. Depois não adianta lamentar pelo “pilar caído”.

Nos próximos tópicos contarei o que fiz para ir restaurando cada um dos pilares.

Até mais

Wel Tavares

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: